IBM cria PC sem processador que é até 200 vezes mais veloz

Máquina será capaz de fazer cálculos e guardar dados no mesmo lugar

Publicado em 03/11/2017
dados computador

A IBM desenvolveu um projeto que vai eliminar os processadores dos PCs. Chamado de “memória computacional” (in-memmory computing), o mecanismo usa chip de armazenamento de informação para realizar o processamento dos dados.

O método difere de computadores e smartphones convencionais, que contam com dois elementos físicos independentes para armazenar e processar informações: o processador e a memória. 

De acordo com os pesquisadores, uma máquina com essa tecnologia é capaz de fazer cálculos e guardar dados no mesmo lugar. Com isso, é possível economizar energia e alcançar uma velocidade até 200 vezes maior em comparação com computadores de ponta. 

Vantagens

Para fazer com que o sistema se torne mais eficiente, a novidade evita que os dados sejam transportados a todo momento entre o processador e a memória.

Segundo o pesquisador da IBM Abu Sebastian, a alternativa tende a ter impacto relevante em sistemas de inteligência artificial. 

As aplicações da memória computacional são variadas, incluindo Internet das coisas, mídias sociais e praticamente qualquer tipo de operação lógica e resolução de problemas de otimização de sistemas. Porém, não deve fazer uma diferença relevante em computadores pessoais.

Foto: Pixabay