Navegar na internet pode ficar mais perigoso a partir do dia 1º de janeiro de 2016

Atualização de certificado de segurança pode abrir espaço para invasões de hackers e criminosos

Postado em Apple, Notícias, Windows em

A navegação pela internet deixou de ser apenas um passa tempo, e se tornou um meio de resolução de problemas, compras e até de transações bancárias, que além da alta flexibilidade, exige muita segurança nos navegadores que por sua vez são feitas com a instalação de certificados. Mas algumas pessoas poderão ficar vulneráveis a alguns acessos a partir do dia 1º de janeiro de 2016.

A CA/Browser (grupo que controla a política de encriptação na web), ao notar que seu certificado de segurança que é usado para garantir a segurança dos links de vários sites chamado "SHA1", se tornou obsoleto, vai ser substituído por um novo mais seguro. Ou seja, todos os sites que ainda possuírem o SHA1, não receberão mais protocolos "https" - aquele cadeado de cor verde que geralmente aparece no canto esquerdo da sua barra de endereço ao navegar em sites seguros.

O grande problema encontrado é que boa parte das pessoas do mundo possuem computadores com sistemas mais antigos, número esse estimado em cerca de 40 milhões de pessoas - que fazem compras online, acessam redes sociais, fazem transações bancárias dentre outros tipos de serviços - não terão seus navegadores atualizados.

Outro fator preocupante que pode ocorrer com as pessoas que forem afetadas com a nova atualização do protocolo, é que além de não poder ter acesso a uma porção de sites como Gmail, Facebook, entre outros,  terão sua navegação exposta a criminosos e hackers, correndo o risco de ter todos seus dados pessoais roubados. 

Em algumas nações da América do Sul, na África e no Oriente Médio, a estimativa de pessoas que serão afetadas com a atualização, varia entre 2,5% a 5,3%. Já na China, esse percentual chega a 6% de internautas afetados.

Pensando no bem de todo mundo

A atualização não está afetando somente o bolso dos usuários que "serão obrigados" a trocar de computador para voltar a ter acesso a internet com segurança, mas também as próprias grandes empresas que dependem desses acessos para se manterem. Para tentar reverter a situação a CloudFlare rebateu a decisão com a seguinte frase:  "a internet não é formada apenas de caras com os laptops mais recentes e um iPhone 6". O Facebook também já esta se pronunciando contra a decisão.

A empresa de Mark Zuckerberg propõe que a CA/Browser crie um mecanismo inteligente capaz de distribuir atualizações do SHA2 de acordo com os navegares utilizados pelos usuários. Dessa forma, usuários que ainda possuem plataformas com Windows XP ou versões antigas dos sistemas Android e iOS, possam continuar com o protocolo SHA1.

Em entrevista ao Buzz Feed New, Jeremy Rowley que é um dos representantes do órgão de certificação, afirmou que compreende os pontos levantados pelas empresas ressaltando que o update é extremamente necessário devido ao risco que todos os usuários e até mesmo as entidades correm. Além disso, não descartou a proposta do Facebook, mas desde que exista um consentimento da grande maioria das empresas.

"Há um interesse cada vez maior nas propostas do Facebook, mas isso exige o consentimento de todos os navegadores em algum grau... Incluindo Google,Microsoft, Apple e Mozilla". Disse o executivo.

Para quem utiliza uma plataforma mais nova que contenha o sistema operacional atualizado com versões recentes dos navegadores, Chrome, Mozila Firefox, Safari e Edge, pode ficar tranquilo pois estará protegido, seja no desktop, ou em dispositivos mobile. Agora se seu computador parou nos velhos tempos, seria uma boa idéia guardar uma parte do seu décimo terceiro para aproveitar as promoções do inicio do ano para atualizar seu computador ou notebook.

TudoNotebook.com - O seu guia diário de tecnologia!

Grupo de Ofertas

TudoNotebook.com é um site agregador de ofertas gratuito, ou seja, não vende produtos próprios. Sendo um agregador de ofertas não podemos garantir o preço, a disponibilidade dos produtos e a duração das ofertas, caso haja diferença de preço ou descrição do produto entre o nosso site e o site da loja, a condição válida e praticada será a do site do lojista. Sempre confira o preço e as condições diretamente no site da loja. Veja também as regras de entrega gratuita, parcelamento e política de vendas no site do lojista. As ofertas, condições de venda e preços dos varejistas podem ser alteradas ou interrompidas a qualquer momento, sem aviso prévio e por isso não nos responsabilizamos. Confira sempre o preço na página do produto da loja direcionada antes de efetuar a compra. A entrega do pedido é condicionada a disponibilidade do estoque do lojista e não está sob responsabilidade de tudonotebook.com