Notebooks podem ser proibidos em voos por risco de explosão

Decisão deve ser tomada nas próximas semanas

Publicado em 20/10/2017
Homem com notebook em aeroporto

Notebooks podem ser proibidos em voos por risco de explosão, segundo orientação da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA), que levou a proposta à comunidade aérea mundial.

De acordo com o Chicago Tribune, a medida surgiu após testes recentes que mostram que, quando eletrônicos aquecem dentro de malas próximas de outras bagagens, eles correm risco de combustão - principalmente se estiverem com latas de aerossol ou shampoos secos. Dependendo do tamanho e do tipo do avião, essa possível explosão pode colocar em risco os passageiros e a aeronave.

A FAA salienta que, até hoje, não aconteceram explosões graves provenientes de notebooks pois os passageiros têm o hábito de carregá-los no colo.

Existe ainda uma preocupação com relação ao terrorismo, já que dispositivos eletrônicos desse porte podem esconder explosivos. Ainda segundo o artigo, as Nações Unidas devem considerar a proposta nas próximas semanas para uma decisão.

Foto: Freepik